A alectomia é uma cirurgia plástica para diminuir o tamanho das abas nasais. Dessa forma, torna o rosto mais harmonioso, pois o nariz é um órgão importante para a aparência e para funções no organismo.

Esta cirurgia é indicada para pacientes que sentem incômodo com as aberturas das abas no nariz, especialmente quando sorriem. No entanto, é importante fazer uma avaliação completa do nariz e face antes de realizar o procedimento, porque a cirurgia tem indicações específicas.

Neste texto, você entenderá em detalhes o que é esta cirurgia, como ela é feita, e como é o período pós-operatório. Caso ainda tenha dúvidas, pode entrar em contato pelo site ou pelas minhas redes sociais, ou escrever um comentário aqui no blog. 

Quer saber mais?

Alectomia: o que é e porque fazer

A alectomia é uma cirurgia para alterar o tamanho das abas (ou asas) nasais. Em síntese, o nariz tem algumas “linhas imaginárias” que circundam o canto interno de cada olho. Logo, se o nariz for mais largo do que essas linhas, a alectomia pode redimensionar as abas.

No entanto, essa regra não é absoluta – respeitar as características individuais de cada corpo faz parte do trabalho do cirurgião plástico. Por isso, a alectomia requer uma avaliação em detalhes da face e do nariz. 

Ademais, é importante respeitar as funcionalidades do nariz e não comprometer o seu funcionamento. Afinal, é parte importante do sistema respiratório, e impacta também na aparência. 

Avaliação completa é necessária para alectomia

Como é feita a alectomia

Esta cirurgia no nariz é, na verdade, um dos passos da rinoplastia, nos casos em que os pacientes têm indicação à redução da aba nasal. Separadamente ela tem poucos benefícios. Inclusive, podem ocorrer algumas sequelas. 

Para modificar o tamanho, o cirurgião faz a recessão das abas nasais. Ou seja, remove fragmentos de pele para diminuir a abertura. As cicatrizes são camufladas pela própria curvatura do nariz – desse modo, são praticamente invisíveis. 

No período pós-operatório, é indicado não se expôr ao sol e utilizar protetor solar. Como a alectomia é associada à rinoplastia, siga as indicações de seu cirurgião plástico quanto ao pós-operatório.

Cuidados para realizar alectomia

Ressalto que um profissional experiente em cirurgias faciais e com conhecimento de técnicas de rinoplastia deve fazer a sua alectomia. Por isso, neste vídeo, explico sobre alguns cuidados necessários caso você tenha interesse nesse tipo de cirurgia.

Quando feita por profissionais não capacitados, a alectomia pode ter resultados estéticos indesejados, como a aba nasal reta, devido à excesso de recessão, ou cicatrizes externas. E, além disso, pode comprometer as funções respiratórias do nariz, causando sequelas para o resto da vida.

Portanto, reforço que é importante procurar profissionais capacitados, membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, antes de realizar qualquer tipo de cirurgia no nariz. 

Consulte um médico de confiança, faça uma avaliação completa, e conheça os prós e contras das cirurgias.

Quer saber mais?