As cirurgias plásticas são sempre grandes aliadas na busca de maior harmonia com o corpo e mente. A satisfação e aceitação com o próprio corpo é primordial para uma vida mais leve, principalmente quando falamos sobre o sobrepeso ou até mesmo das gordurinhas indesejadas, as quais a Lipoaspiração e lipoescultura podem ajudar a eliminar. A lipoaspiração e lipoescultura são cirurgias plásticas que estão entre as mais procuradas, e são realizadas para remodelar o corpo do(a) paciente. Apesar de nomes tão semelhantes, são procedimentos cirúrgicos diferentes, e não possuem as mesmas propriedades. Por isso estamos aqui, para tirar todas as suas dúvidas em relação a estes dois procedimentos e revelar as principais diferenças e objetivos de cada uma.

Lipoaspiração

Quer saber mais?

A lipoaspiração é uma cirurgia plástica que consiste em aspirar parte da gordura de um local ou mais locais do corpo, que se deseja extrair ela. Ou seja, remover as células de gordura onde ocorre o acúmulo e depósito de gordura indesejado. Para realizar tal procedimento, são utilizadas cânulas metálicas conectadas a um aspirador, removendo (aspirando) a gordura presente no tecido subcutâneo (camada abaixo da pele). É importante destacar que a lipoaspiração ajuda na perda de peso, mas esse não é seu principal papel. O principal papel da lipoaspiração está em remodelar o corpo e apenas auxiliar na perda de peso. Inclusive, é primordial que o paciente esteja em seu peso ideal para fazer ambas as cirurgias.

Lipoescultura

Na lipoescultura, inicialmente, a gordura é aspirada da mesma forma como na lipoaspiração, com o mesmo método e procedimento. Inclusive é por isso que existem dúvidas em relação às cirurgias e suas diferenças. Porém, a lipoescultura envolve dois procedimentos. Após a retirada da gordura do local desejado, a mesma é inserida em outro local, preenchendo outras áreas corporais, como nos glúteos para aumentar o bumbum e face para preencher as rugas. Essa cirurgia é recomendada para pessoas que possuem depressões em certas regiões do corpo e excesso em outras. Ou seja, removendo de onde tem, para colocar onde não tem. Vale ressaltar novamente, que este também não é um procedimento feito para emagrecer. A quantidade de gordura corporal que pode ser retirada corresponde a, no máximo, 7% do peso corporal.

 

Importante

As cirurgias de lipoaspiração e lipoescultura podem ser realizadas em homens, mulheres, jovens, adultos e até pessoas mais velhas. Ambas não possuem restrições, porém podem ser desaconselhadas para pacientes com doenças como hipertensão, diabetes, doenças cardíacas e com alterações de coagulação. O pós operatório, nos dois casos, exigem repouso total durante uma semana e afastamento de atividades físicas por, no mínimo, um mês. Entretanto, a lipoescultura exige um cuidado redobrado, visto que o procedimento afeta no mínimo duas áreas do corpo. E claro, por último mas não menos importante, antes de qualquer coisa, todas as suas dúvidas devem ser sanadas e tudo ser acordado com o cirurgião plástico responsável. E para atingir o resultado esperado, você deve garantir que o profissional à realizar tais procedimentos seja o melhor.

Faça a escolha certa!