Muitas pessoas têm dúvidas sobre a cirurgia plástica. Existem vários procedimentos diferentes, por isso, é importante estar ciente sobre como serão realizados. Por exemplo, cuidados pós-operatórios, tempo de recuperação, riscos, entre outros. Assim, separamos estas dicas de cirurgia plástica para te ajudar a se preparar!

Dicas para cirurgias plásticas

Nesse artigo, você encontra dez dicas para se preparar para a sua cirurgia plástica. Mas, lembre-se de tirar suas dúvidas na avaliação com seu cirurgião plástico.

1. Tempo de recuperação pós-cirurgia 

Uma das mais importantes dicas sobre cirurgia plástica é se atentar para o pós-cirurgia. O tempo de recuperação depende muito. Mas, se você está planejando fazer uma, é importante levar em consideração o período pós-cirúrgico para adequar o tempo de recuperação ao seu cronograma. 

Isso porque a recuperação também faz parte do resultado final da cirurgia. Logo, você deve se comprometer a não fazer grandes esforços. Inclusive, se você pratica alguma atividade física, é importante consultar o seu cirurgião para saber quanto tempo você precisará ficar em repouso. 

 2. Quais os riscos?

Por menor que seja, todo tipo de cirurgia envolve riscos. Logo, o paciente deve se esclarecer sobre estes riscos nas consultas antes da cirurgia em si.

Primeiramente, alguns procedimentos podem deixar hematomas e manchas roxas por um determinado tempo, que pode ser breve ou um pouco mais longo, dependendo da recuperação de cada paciente. 

Em segundo lugar, outra questão é as aberturas de pontos. Dependendo da cirurgia, é muito importante o cuidado para eles não abrirem. Isso pode acontecer com grandes esforços ou atividades físicas intensas. 

Todos podem desenvolver complicações pós-cirúrgicas, porém alguns indivíduos têm maiores chances. Por exemplo, idade superior a 60 anos; doença crônicas, como hipertensão, diabetes e apneia do sono; HIV+ e uso de anticoagulantes podem atrapalhar o processo de cicatrização.

Dr Guilherme Schmitt - Dicas para Cirurgia Plástica

A importância da consulta serve para esclarecer dúvidas sobre os procedimentos. Por isso, se você tiver dúvidas de como funciona a cirurgia, quais os cuidados com o pós-operatório e recuperação, não deixe de consultar antes de realizar o procedimento. Enfim, é importante entender todos os processos com o profissional.

4. Qual a melhor alternativa para a cirurgia?

É normal que algumas pessoas não saibam qual o melhor momento para fazer uma cirurgia. A saber, os principais fatores são as motivações e os resultados esperados com a cirurgia. 

Dependendo do caso, realizar algum acompanhamento ou até mesmo outro procedimento pode ser uma melhor solução. Por isso a importância da orientação profissional. 

5. Reparadora ou Estética

Quer saber mais?

A importância da consulta serve para esclarecer dúvidas sobre os procedimentos. Por isso, se você tiver dúvidas de como funciona a cirurgia, quais os cuidados com o pós-operatório e recuperação, escpareça com seu médico. É importante entender todos os processos com o profissional, de maneira que ele explique e tire todas as dúvidas. 

6. Qual a melhor alternativa para a cirurgia?

É normal que algumas pessoas não saibam qual o melhor momento para fazer uma cirurgia. O principal fator a se levar em consideração são as motivações e os resultados esperados com a cirurgia. Esta é uma das dicas para cirurgia plástica mais importantes: conheça os diferentes tipos de procedimento.

Dependendo do caso, realizar algum acompanhamento ou até mesmo outro procedimento, pode ser uma melhor solução. Por isso a importância da orientação profissional. 

7. Reparadora ou Estética

As duas cirurgias vem sendo uma das mais realizadas pelos cirurgiões plásticos, mas há muitas pessoas que têm dúvidas das diferenças entre elas. Em suma, o principal papel da lipoaspiração é de remodelar o corpo, além de remover as células de gordura onde ocorrem o acúmulo indesejado. Em contrapartida, a lipoescultura tem um procedimento diferente. Dessa forma, o médico retira a gordura local e a usa para preencher outro local. Homens e mulheres, jovens, adultos e até pessoas mais velhas podem fazer estas cirurgias. Por fim, ambas não possuem restrições, porém podem ser desaconselhadas para pacientes com doenças como hipertensão, diabetes, doenças cardíacas e com alterações de coagulação.

8. Procedimento da Mamoplastia

A mamoplastia é um procedimento estético que pode oferecer excelentes resultados na correção da ptose mamária. Mas, é normal que muitas mulheres tenham dúvidas sobre o procedimento e recuperação. Antes de tudo: O ideal é fazer uma consulta para analisar o que pode ser corrigido e de que forma. Para maximizar o resultado estético e o seu conforto, o ideal é localizar estas incisões em locais estratégicos numa tentativa de tornar as cicatrizes menos perceptíveis. Posteriormente, pacientes que realizarem a mamoplastia devem permanecer em repouso absoluto por cerca de 3-5 dias, evitando elevar os braços acima do nível dos ombros por 2 semanas. O cirurgião pode recomendar um sutiã apropriado por 1-2 meses, a fim de que o corpo cicatrize mais rapidamente

9. Sinais de envelhecimento: cirurgia das pálpebras 

A correção desses sinais podem suavizar a transição entre os olhos e a estrutura óssea adjacente. Em resumo, A cirurgia das pálpebras é realizada através de incisões localizadas nas linhas naturais das pálpebras: nas dobras das pálpebras superiores e logo abaixo dos cílios, nas pálpebras inferiores. Em seguida, estas incisões podem ser prolongadas, quando necessário, para dentro das rugas, no canto externo dos olhos. A maioria dos pacientes estão entre os 40 e 60 anos, embora esta cirurgia possa ser realizada com ótimos resultados em idosos. A blefaroplastia pode fazer com que você pareça mais jovem e pode melhorar a sua auto-estima. Todavia, a cirurgia não é capaz de modificar totalmente a sua aparência nem devolver a saúde e vitalidade da juventude. Com cada paciente, a blefaroplastia tem particularidades, por isso a importância de consultar um profissional antes realizá-lo.

 

10. Influência da autoestima ao realizar uma cirurgia

 

A autoestima pode influenciar diretamente o estado emocional e físico do ser humano. Isso porque fazer uma cirurgia para corrigir um incômodo estético ou funcional eleva a autoestima. Portanto, o essencial é cuidar do estado emocional para ajudar no bem-estar em geral. É importante tirar dúvidas e alinhar expectativas antes de um procedimento.

11.  Acompanhamento profissional

O acompanhamento profissional é o principal ponto em qualquer cirurgia. Por isso, para tirar dúvidas sobre a operação, o pré e o pós-operatório; entender riscos e saber quais são as opções cirúrgicas certas para seu caso, é necessário uma consulta com um profissional qualificado, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Faça acompanhamento com um profissional qualificado para ter os melhores resultados possíveis.